23 janeiro 2013

Resenha: Anjos e Demônios


Anjos e Demônios - Dan Brown
Editora: Arqueiro
Resenhado por: Tah Duarte
Classificação: 10,0
Sinopse:
Antes de decifrar ´O Código Da Vinci´, Robert Langdon, o famoso professor de simbologia de Harvard, vive sua primeira aventura em Anjos e Demônios, quando tenta impedir que uma antiga sociedade secreta destrua a Cidade do Vaticano. Às vésperas do conclave que vai eleger o novo Papa, Langdon é chamado às pressas para analisar um misterioso símbolo marcado a fogo no peito de um físico assassinado em um grande centro de pesquisas na Suíça. Ele descobre indícios de algo inimaginável: a assinatura macabra no corpo da vítima - um ambigrama que pode ser lido tanto de cabeça para cima quanto de cabeça para baixo - é dos Illuminati, uma poderosa fraternidade considerada extinta há quatrocentos anos.




O livro conta a primeira aventura de Robert Langdon, onde ele irá descobrir mistérios que envolvem alta tecnologia e o histórico do Vaticano.

Robert Langdon recebe um chamado urgente de Maximilian Kohler, diretor-geral do CERN, onde Leonardo Vetra foi encontrado morto com uma marca feita a fogo. Quando se depara com a marca Robert não pode acredita no que seus olhos veem, a marca é um ambigrama ( uma palavra que pode ser lida tanto de cabeça para baixo quanto de cabeça para cima) dos Illuminati, um grupo que todos os estudiosos acreditavam estar extinto há muito tempo.

No CERN, Robert descobre que o cientista assassinado e sua filha, Vittoria Vetra, estavam trabalhando em um projeto secreto, que prometia revolucionar o nosso mundo: a antimatéria, uma substância tão poderosa que com uma minúscula gotinha dela podemos fornecer energia para toda uma cidade, ou criar uma bomba nuclear.

A confusão começa de fato quando a antimatéria é roubada. Ela explodirá em 24 horas, o tempo que levará para que a bateria que impede a explosão da antimatéria descarregue. Agora Robert e Vittoria Vetra, precisam correr contra o tempo e percorrer toda a Cidade do Vaticano em 24 horas para impedir a explosão da antimatéria.

Nessa corrida contra o tempo pelo antigo Caminho da Iluminação, criado pelos Illuminati, na luta de evitar novos assassinatos e recuperar a antimatéria, essa dupla se depara com várias surpresas, frustrações, traições. E a Cidade do Vaticano depende deles para não ser destruída.

É um livro polêmico, por tratar de um assunto delicado: religião. No livro, Dan Brown se mostra contra o cristianismo, por isso essa com certeza não é uma leitura que eu recomende para pessoas que possam se sentir ofendidas com isso.

Toda a história se passa em menos de 48 horas e isso faz com que o leitor experimente as emoções dos protagonistas. Com trechos chocantes e extremamente detalhados, Dan Brown transporta o leitor para o cenário de sua obra e o faz vivenciar todo o horror ali presente

Recomendo o livro para todos que gostam de uma história muito emocionante, que irá deixar vocês com o coração na garganta de tanta ansiedade que irão sentir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário